NeoEnergy

Smart Grid: como funciona a rede elétrica inteligente

Smart Grid é um genérico para a aplicação de inteligência computacional e habilidades de rede a um sistema de distribuição de eletricidade.

Nos últimos tempos, esse conceito tem ganhado bastante destaque, sobretudo em projetos de redes inteligentes que buscam melhorar as operações, a manutenção e o planejamento, garantindo que cada componente da rede elétrica possa “falar” e “escutar”.

Neste artigo, além de entender o que é uma Smart Grid, você também vai ver como ela funciona e que benefícios pode trazer. Confira!

O que é Smart Grid

Uma Smart Grid é, literalmente, uma rede elétrica inteligente.

Em muitos lugares, uma empresa de energia só saberá que o serviço está interrompido se um cliente ligar. Já em um cenário de Smart Grid, a companhia saberá imediatamente porque certos componentes da rede (medidores inteligentes na área afetada, por exemplo) pararam de enviar dados do sensor.

Ao garantir que todos os componentes da rede — de transformadores e linhas de energia a medidores elétricos domésticos, comerciais e industriais — tenham endereços IP e sejam capazes de usar a comunicação bidirecional, a empresa pode gerenciar a distribuição de forma mais eficiente. Além disso, pode ser proativa na manutenção e responder a interrupções mais rapidamente.

  • Um outro componente importante da tecnologia de redes inteligentes é a automação. Basicamente, estamos falando de:
    Comunicação automatizada integrada entre componentes da rede elétrica;
    tecnologias de detecção e medição;
  • Controles automatizados para distribuição e reparos;
  • Melhor gestão de dashboards e softwares de apoio à decisão.

Também é correto afirmar que uma Smart Grid é um exemplo da Internet das Coisas (Internet of Things — IoT), na qual quase qualquer objeto pode ser equipado a um identificador único e receber a capacidade de se comunicar por meio da web.

Como funciona uma Smart Grid?

Quanto ao funcionamento, uma Smart Grid é equipada com sensores que coletam e transmitem dados. Essa transmissão de informações permite ajustar automaticamente os fluxos de eletricidade.

Os controladores, que estão localizados remotamente, são informados da situação em tempo real e podem agir de forma imediata se houver algum problema. Isso ocorre praticamente sem necessidade de intervenção humana.

Além disso, esse tipo de rede pode se comunicar com qualquer medidor inteligente e, por exemplo, ligar os eletrodomésticos dos consumidores automaticamente quando há muita eletricidade na rede e os preços são, portanto, menores.

Principais benefícios de uma Smart Grid?

Para entendermos ainda mais as vantagens de uma Smart Grid, vejamos agora as quatro características que a diferenciam de uma rede elétrica tradicional. Ela é:

  • Flexível: facilita o gerenciamento de variações na geração e no consumo;
  • Confiável: graças às informações enviadas em tempo real e ao gerenciamento remoto da rede, o risco de falhas de energia e incidentes é reduzido;
  • Acessível: todas as diferentes fontes de energia podem ser integradas na rede e, graças as interconexões presentes, os consumidores também podem aproveitar a energia renovável gerada em grandes quantidades em regiões distantes, quando não há o suficiente na localidade;
  • Econômica: uma melhor gestão leva a custos reduzidos.

No campo empresarial, especificamente, as empresas que dispuserem de Smart Grids se beneficiarão da redução da queda de energia, de menores custos e de uma melhor medição do consumo. Além disso, a tecnologia favorece projetos de responsabilidade ambiental, uma vez que, tendo melhor controle, é possível reduzir a emissão de carbono.

Como as Smart Grids estão sendo implementadas
Podemos dizer que as smart grids ainda são tecnologias que estão em sua primeira infância. Investimentos significativos são necessários para que esse conceito atinja todo o seu potencial. Por exemplo, provavelmente levará anos para encaixar medidores inteligentes nas casas de todos os consumidores — ou em todas as empresas.

Contudo, já existem iniciativas até em países em desenvolvimento, como é o caso do Brasil. Segundo a GE, já há projetos de instalação de equipamentos que permitem a criação de smart grids em cidades como Sete Lagoas (MG) e Barueri (SP).

Em resumo, uma Smart Grid é uma rede elétrica inteligente que reduz custos, otimiza a gestão e possibilita melhor controle por parte das companhias elétricas, dos consumidores domésticos e das empresas.

 

fonte: https://blog.ccmtecnologia.com.br/post/smart-grid-como-funciona-a-rede-eletrica-inteligente

Compartilhe nas redes

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn